«

»

Abr 18

Ao Final, Qual a Lição de Hoje? – Mestre El Morya

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

 rp_mestre-el-morya.jpg

Nobres Filhos da Unidade,

É com todo meu amor, com toda minha força interior, que me dirijo a essa Pátria, a essa Nação abençoada.

Venho, diretamente de meu Templo situado sobre o Coração do Brasil, para lhes dizer que sempre o melhor é feito, não há perdedores ou vencedores, mas há um povo, uma população que anseia por dignidade, que a cada dia irradia sua esperança em um futuro próspero, em uma possibilidade de Congregação em Irmandade. Onde cada um traz dentro de si a certeza de que haverá um novo amanhecer diante do alvorecer.

Eu vos digo, Meus Filhos, que essa esperança que trazem dentro de si se dá porque cada um de vocês, ao encarnarem nesse ambiente físico, ao serem escolhidos para vivenciarem esse momento, tinham a consciência daquilo que enfrentariam. Há um propósito nesse local e, por isso, vocês transmutam barreiras, modificam a consciência, destroem antigas estruturas, contestam o sistema social.

Tudo isso faz parte de um crescimento coletivo, onde não há derrotados ou vencedores. Mas há uma Nação que aprende e se constrói para vivenciar dias melhores, escolhas mais lúcidas, onde vocês passam a entender aquilo que seu comportamento individual ocasiona na consciência coletiva. Vocês passam a contestar essas estruturas de poder, mas, principalmente, aprendem a se observar. Vocês verificam comportamentos que passam a os incomodar e veem nisso uma oportunidade de se modificarem em Luz.

Cada um de vocês passa por um processo cármico de transmutação de antigas energias. Estruturas que vocês criaram através de um processo histórico de construção de uma consciência coletiva.

Ao longo da história dessa Nação, que integrou muito das energias mundiais, foi criada uma forte estrutura de exploração, de utilização do próprio ser humano para benefícios de poucos. Esse ambiente não é mais aceito na consciência coletiva. Há um pedido, há um anseio para que seja reconhecida a igualdade de cada membro dessa Nação, para que os benefícios obtidos, por um pequeno grupo, se transformem num projeto de crescimento coletivo rumo a uma estrutura sólida de apoio mútuo.

Há muita resistência na consciência coletiva para criação desse ambiente. Por séculos, a consciência dessa Nação se apoiou na exploração do próprio ser humano para seu desenvolvimento. Essa energia não condiz com a Nova Era. Ela precisa ser transmutada por um processo onde todos, absolutamente todos, terão igualdade de oportunidades. Um país que, acima de tudo, dignifique cada um de seus filhos. Cada um será livre a seguir seu caminho, mas, no mínimo, lhe deve ser assegurado a oportunidade de ser.

Assim, estarão a representar o Amor de nosso Pai ao Mundo. Não digo aqui sobre um anseio ou resultado de um ato político nesse agora, pois o tempo mostrará a que serviu esse momento, que vivenciaram com grande expectativa. Digo, sim, sobre a construção sólida de um povo que será exemplo de reconstrução. Falo de um potencial de uma Nação que se mostrará capaz de modificar seus valores para uma construção energética mais sólida e duradoura.

Vocês abandonarão bases frágeis e corruptíveis, transmutando-as num processo de implementação de bases sólidas e unificadas. Vocês aprenderão que suas escolhas e seus comportamentos influenciam nas vidas de milhares de pessoas. Mas tudo isso faz parte de um processo de aprendizado. Lembrem-se, tudo passa, pois nada é definitivo.

Fiquem em paz, meus Queridos Irmãos, permaneçam em União, na Fé de que há uma Nação em construção, uma consciência que representará o amor ao próximo, na qual vocês mostrarão que a Luz e o Amor é sempre a resposta a tudo e todos e vocês ensinarão isso ao mundo, pois essa é a missão desse povo alegre e compassivo que é amado e admirado por todos.

Eu vos agradeço por terem passado esse processo de “cabeça erguida”, mostrando ao mundo o que é aceitação da divergência, o que representa conviver com a divergência sem que um único ato de hostilidade coletivo fosse praticado. Esse é o caminho na construção da Nova Era.

Os fatos ocorrem, os pontos de vistas são expostos e o melhor sempre é feito. O melhor, não diante de nosso ponto de vista individual, mas diante da energia de nosso Pai, que sempre traz os maiores e melhores ensinamentos a cada um de Seus Filhos. Cabe a cada um de nós se entregar em serviço, confiando que o caminho ao destino dessa Nação está sendo percorrido.

Vibrem Luz, vibrem Amor e mantenham a Fé que sempre haverá um dia melhor.

Com todo meu amor.

Mestre El Morya.

 

Canal: Thiago Strapasson – 17/04/2016

Revisão: Angelica T. Tosta

 

Deixar uma resposta

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×